Mandela, líder sul africano faria 100 anos hoje

Se tivesse vivo o sul-africano  Nelson Mandela completaria 100 anos hoje. O mais importante líder da África negra, falecido no dia 5 de dezembro de 2013, na cidade de Joanesburgo,   tornou-se uma figura conhecida no mundo todo. Ganhou destaque na luta contra o regime de apartheid em seu país – sistema que negava direitos políticos, econômicos e sociais aos negros. Por seu ativismo, ficou preso por 27 anos, até 1990. Na mesma década, assumiu a presidência de seu país e recebeu o Prêmio Nobel da Paz.

O dia 18 de Julho, data de nascimento de Mandela, também é conhecido internacionalmente como o ‘Mandela Day’, O Dia Internacional de Nelson Mandela. Este dia foi oficialmente declarado pelas Nações Unidas, com a ideia de celebrar a liberdade, e de que cada individuo tem o poder de mudar a sua própria história. Também é um incentivo para que pessoas de todo o mundo promovam a paz, a diversidade cultural e o combate a pobreza e a fome.

AS FRASES MAIS FAMOSAS DO LÍDER SUL AFRICANO:

“É fácil derrubar e destruir. Os heróis são aqueles que fazem a paz e constroem.”

“Aprendi que a coragem não é a ausência de medo, mas o triunfo sobre isso.”

“O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas aquele que domina esse medo.”

“Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele ou de onde ela vem ou sua religião.”

“As pessoas são ensinadas a odiar e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, porque o amor é algo mais natural para o coração humano do que seu oposto.”

9 FATOS SOBRE A VIDA DE NELSON MANDELA:

  1. Seu nome de batismo, Rolihlahla, significa “puxar o galho de uma árvore” ou, informalmente, “criador de caso”. Ele passou a ser chamado de Nelson na escola, quando a maioria das crianças recebiam nomes ingleses para que os colonizadores brancos pudessem pronunciá-los. Posteriormente, também seria chamado de Madiba (nome de seu clã) ou Tata (que significa ‘pai’)
  2. Ele foi o primeiro em sua família a receber educação formal, pois naquela época pouquíssimas crianças negras frequentavam escolas na África do sul.
  3. Mandela estudou Direito na Universidade de Witwatersrand em Joanesburgo e foi o primeiro negro a abrir uma firma de advocacia na cidade, em 1952.
  4. De 1962 a 1990, ficou preso por seu envolvimento com o movimento de liberação do partido Congresso Nacional Africano (CNA). Ele foi condenado à prisão perpétua por traição e conspiração contra o governo, mas foi solto quando o CNA se tornou legal novamente.
  5. Na prisão, virou um símbolo da luta contra o Apartheid, regime de segregação racial que durou de 1948 a 1994 na África do Sul. Mandela mostrou a importância de se trabalhar junto, não importa a posição política ou racial, para construir uma democracia.
  6. Em 1994, foi o primeiro presidente negro da África do Sul, eleito na primeira eleição de fato representativa. Ele ficou no cargo por cinco anos, tempo estipulado do mandato presidencial.
  7. Ele recebeu o Nobel da Paz em 1993 junto com Frederik Willem de Klerk, último presidente branco da África do Sul e seu antecessor no cargo, por “seus trabalhos para terminar o regime do Apartheid de forma pacífica e por darem início a uma nova e democrática África do Sul”.
  8. Depois de se aposentar da política, ele abriu a Fundação Nelson Mandela, cujo foco é combater o HIV/Aids e dar apoio ao desenvolvimento rural e educacional.
  9. Em 2005, aos 86 anos e um ano depois de anunciar que iria se retirar da vida pública, ele voltou a fazer um discurso para mais de 20 mil pessoas em Londres na campanha “Make Poverty History”. “Como vocês sabem, eu recentemente formalmente anunciei minha aposentadoria da vida pública e realmente não deveria estar aqui”, brincou. “No entanto, enquanto pobreza, injustiça e grandes desigualdades persistirem no mundo, ninguém pode descansar de verdade.”

 

Be the first to comment on "Mandela, líder sul africano faria 100 anos hoje"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*