Pastor Samuel Câmara protocola desligamento da CGADB e dá passo decisivo para fundar nova convenção

O pastor Samuel Câmara deu um novo passo para a fundação de uma nova convenção das Assembleias de Deus, dissidente da entidade que hoje é majoritária na denominação, a CGADB, presidida pelo pastor José Wellington Jr, ao pedir seu desligamento de forma oficial.

O documento foi protocolado no último dia 31 de outubro e o pastor destaca que a escolha da data coincidiu com a celebração dos 500 anos da Reforma Protestante e seu aniversário de 60 anos de vida.

Câmara passou 33 anos filiado à CGADB e disputou diversas eleições para a presidência, e a disputa com o clã Bezerra da Costa sempre resultou em atritos e disputas judiciais. Na última eleição, realizada através de uma plataforma na internet, a Justiça suspendeu o pleito, mas a diretoria da CGADB levou os procedimentos adiante, ignorando a invalidação de mais de 10 mil inscrições por causa de irregularidades e deu posse a José Wellington Jr. filho do ex-presidente, José Wellington Bezerra da Costa, que passou aproximadamente 30 anos no comando da entidade.

“Venho requerer, de forma irretratável e irrevogável, meu desligamento dessa Convenção Geral, nos termos do Artigo 5º da Constituição Federal, inciso XX. Esclareço que este pedido se restringe, tão somente, ao desligamento da CGADB, nada tendo a ver com pastorado e membresia da Assembleia de Deus, Igreja da qual faço parte e sirvo, desde sempre”, frisou Câmara no protocolo.

O propósito  de Câmara é fundar, com o apoio de 25 mil pastores espalhados pelo Brasil, a Convenção da Assembleia de Deus do Brasil (CADB): “É um novo movimento que vem trazer avanços, dinamismo e resgate histórico da Assembleia de Deus. […] Nasce frutífero e abençoado com inúmeros pastores, ministérios e convenções que se unem para fazer uma Assembleia de Deus mais forte”, declarou Samuel Câmara.

Fonte: JM Notícias

Be the first to comment on "Pastor Samuel Câmara protocola desligamento da CGADB e dá passo decisivo para fundar nova convenção"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*