PT quer Dilma para disputar eleições ao Senado por Minas.

Dirigentes do Partido dos Trabalhadores em Minas vem tentando convencer a ex-presidente Dilma Rousseff a transferir seu domicilio eleitoral para Minas Gerais e ser candidata a uma das cadeiras ao Senado nas eleições do ano que vem. Um dos principais entusiastas da ideia é o próprio governador Fernando Pimentel, amigo e aliado de longa data da ex-presidente. Pimentel, em conversas informais com Dilma, já manifestou a ela tal desejo.

Em setembro, a ex-presidente recebeu o convite do diretório mineiro. Porém, o principal entrave era o prazo, exíguo, para a mudança do domicílio eleitoral. Até o dia 5/10, o prazo exigido por lei para o domicílio eleitoral era de um ano; com a reforma política sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 6/10, esse prazo caiu para seis meses.

“Para concorrer às eleições, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de seis meses e estar com a filiação deferida pelo partido no mesmo prazo”. Assim ficou o artigo 9º da Lei nº 13.488, de 6 de outubro de 2017. Com isso, Dilma agora tem até o início de abril para tomar a decisão.

Com a extensão do prazo, as conversas entre os dirigentes do PT mineiro e a ex-presidente serão intensificadas. Os partidários da candidatura de Dilma apostam que, com o crescimento nas pesquisas de intenções de voto que pipocam pelo estado, Dilma será convencida a participar da disputa. Além disso, o “esfarelamento político” do senador Aécio Neves é outro ponto que conta a favor da petista.

Dilma lidera pesquisa

A última pesquisa que analisou o cenário político mineiro na disputa ao Senado coloca a ex-presidente na liderança. Dilma aparece com 16,9% das intenções, à frente do ex-procurador Geral da República, Rodrigo Janot (15,2%) e do empresário Josué Alencar, filho de José de Alencar, que foi vice-presidente de Lula, (15,1%). O senador afastado Aécio Neves fica apenas na quarta colocação, com 13,7%, seguido do comunicador Mauro Tramonte (13,3%), do ex-prefeito de Belo Horizonte (13,1%) e do jornalista Carlos Viana (11,9%).

A pesquisa, divulgada pela Record TV Minas, foi feita entre os dias 30 de setembro e 5 de outubro. A Paraná Pesquisas entrevistou 1.507 eleitores, em 70 municípios mineiros. O grau de confiança do levantamento é de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais. (Fonte: Poder em Foco).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *