Ordem dos Pastores Batistas do Brasil emite nota de repúdio contra Santander

A polêmica exposição Queermuseu, promovida pelo Banco Santander em Porto Alegre  tem ganhado proporções inimagináveis nos últimos dias no país, devido a promoção à pedofilia, zoofilia e ainda por zombar da fé cristã. Desta vez, a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB), com sede no Estado do Rio de Janeiro, se reuniu nesta sexta-feira, 15, e emitiu nota de repúdio em desfavor do Banco Santander.

Segundo a OPBB, a exposição Queermuseu faz incentivo à pedofilia, zoofilia, prostituição infantil e outros temas ligados à sexualidade humana, afrontando abertamente os valores morais da sociedade bem como os princípios bíblicos que fundamentam a fé cristã, sob o pretexto de incentivo à cultura, patrocinado pelo Banco Santander.

Ainda de acordo com a nota assinada pelo presidente, pastor Juracy Bahia, a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil, repudia esse tipo de iniciativa, que,  segundo ele, em nada contribui com a estruturação da família e o equilíbrio social.

“Num tempo de extrema violência, abusos sexuais, vulnerabilidade da mulher, erotização infantil, haver esse tipo de promoção, por meio de uma instituição reconhecida nacional e internacionalmente, nos deixa perplexos, pois vai contra a construção de uma sociedade saudável e estruturada“, diz a nota.

A Ordem dos Pastores diz ainda que,  caso o Banco Santander SA, ou outras Instituições Público Privadas, mantenha essa postura, irá incentivar a desistência de contas, parcerias ou consumo pelas suas Instituições, Igrejas e membros.

A entidade finaliza a nota afirmando que, espera de uma instituição do porte do Banco  Santander o desligamento de todo tipo de fomento a movimentos tão depreciativos e hostis aos valores que defende. A nota é assinada pelo pastor Juracy Batista, Adilson Ferreira dos Santos, relator, Evaldo Carlos Dos Santos e Jair Hein.

Be the first to comment on "Ordem dos Pastores Batistas do Brasil emite nota de repúdio contra Santander"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*